terça-feira, 6 de março de 2012

Os maravilhosos vestidos de crinolina

A personagem Scarlet O'hara ( E o vento levou...) com vestido de crinolina, na época da guerra civil americana
   CRINOLINA: Armação em formato de balão usada sob as saias em meados do século XIX.

     Já falei que li a série toda da escritora Laura Ingalls Wilder (1867-1957), pioneira americana, que conta de forma muito agradável e para todas as idades, a conquista do oeste americano por ela e sua família.
Laura Ingalls Wilder
     Nos livros ela fala dos vestidos de crinolina, das anquinhas e da revista de moda Godey's Lady's Book, coisas que não faltavam no universo feminino da época.
Godey's Lady's Book- December 1859 
     As lindas saias de crinolina ou hoopskirts, foram moda mundialmente entre 1852 e 1870.
Englishwoman's Domestic Magazine - February 1862
     Como retratam as revistas de moda da época.
Mme. Demorest's Mirror of Fashion - July 1865
Peterson's Magazine- -July -1861
     Eram inicialmente feitas artesanalmente, com crinas de cavalo trançadas (daí vem o nome, crina-linho) mas, a partir de 1855 passaram a ser produzidas pela indústria, utilizando-se  tirantes, barbatanas de baleia e finos arames de aço.


     Conta-se que Napoleão III, sobrinho de Napoleão Bonaparte, governou a França de 1848 a 1852 como presidente da República e de 1852 a 1870 como imperador. Ele era casado com a belíssima nobre espanhola Eugênia de Montijo, mulher refinada e de grande inteligência, que detestava o desconforto produzido pelas 9 anáguas engomadas que eram usadas para armar as saias na corte.
     Havia uma fábrica de espetos, em processo de falência, chamada Peugeot (a Peugeot foi salva da falência e após 1870 ela passou a produzir guarda-chuvas, depois bicicletas até chegar a automóveis) que em um belo dia de julho de 1854, recebeu a ilustre visita da imperatriz que lhes trouxe um desenho seu de uma espécie de gaiola feita de finíssimos aros de arame e que, desde então, tornaria a indumentária feminina muito mais leve e mais arejada. A crinolina.
     Algumas saias chegavam a ter 3 metros de largura e eram motivos até mesmo de risos:
Cartoon da época, satirizando um vestido de crinolina
     A França tornou-se líder mundial  no universo da moda e o nome da bela Eugênia passou a estar associado, às “maisons” de alta costura.
     Após a Guerra Franco-Prussiana, com o final do 2º Império e o exílio de Napoleão III e Eugênia, as crinolinas caíram em descrédito, sendo substituídas pelas tournures (anquinhas) que armavam apenas a parte de trás das saias e vestidos. Estas foram usadas até o final da década de 1880.
Vestidos com anquinhas
     Embora parecessem inofensivas, as crinolinas ofereciam riscos às senhoras da época. Era extremamente vulnerável às ventanias, por seu formato de balão: há relatos de mulheres em portos que foram levadas ao mar e se afogaram. Também consta que no ano de 1863, no Chile, entre 2000 e 3000 pessoas morreram num incêndio em uma igreja, quando um lampião ateou fogo a um véu na parede e as pessoas tentaram correr para a saída, mas as mulheres com esse tipo de vestuário acabaram por bloquear a porta. A segunda esposa do poeta Henry W. Longfellow, morreu em chamas ao derrubar uma vela no seu vestido.
     De qualquer forma, vale a pena lembrar esses lindos vestidos que parecem peças de contos de fadas. 
Barbie, como a personagem de Scarlet O'hara em vestido de crinolina 
     Mas caso você queira ver como ficaria em um desses e sinta alguma dificuldade em encontrar ou confeccionar uma crinolina, pegue emprestada a barraquinha de brincar de seus filhos ou dos sobrinhos, jogue umas cortinas por cima, como fez Scarlet O’hara e tire umas fotos...depois me manda! Brincadeirinha, rsrsrsr.
     Pra quem ainda estiver curioso, assista a estes vídeos e não reclame mais na hora de se vestir!

video video
Fonte: thefashionhistorian.blogspot.com, lizblogsla.com, vintagevistorian.com, wikipedia.com

9 comentários:

  1. Gostei muito das historias dos vestidos, achei um maximo mesmo

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito das historias dos vestidos, achei um maximo mesmo

    ResponderExcluir
  3. Universitariadm,

    Que bom que gostou. Acho esse assunto bem legal (e os vestidos tb)Bjos,

    Patrícia

    ResponderExcluir
  4. gente.... que coisa maravilhosaaaa é o períod mais lindo da moda mundial! e aliás, fez muito sucesso entre as sinhazinhas brasileiras no seculo XVIII e XIX ... amei, parabéns!!!

    ResponderExcluir
  5. gente.... que coisa maravilhosaaaa é o períod mais lindo da moda mundial! e aliás, fez muito sucesso entre as sinhazinhas brasileiras no seculo XVIII e XIX ... amei, parabéns!!!

    ResponderExcluir
  6. O namorado poderia esconder embaixo... rsrsrsss

    ResponderExcluir
  7. Lindo de mas, acho que foi o período em que as pessoas inclusive as mulheres se vestiam muito bem.

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário, estou esperando por ele!