segunda-feira, 5 de março de 2012

Villa-Lobos, 125 anos.


     
     Heitor Villa-Lobos nasceu em 5 de março de 1887, no Rio de Janeiro. 
    Foi o maior compositor modernista brasileiro (e das Américas), compondo mais de mil obras.
 Maestro, arranjador e professor, seus instrumentos eram o violoncelo, que tocava desde menino e o violão; compôs também inúmeras peças para piano, pois foi casado com uma pianista.
   Sua grande admiração pela música indígena e dos sertões do Brasil fizeram de Villa-Lobos um compositor único, rompendo com os padrões da música acadêmica existente na época, fazendo com que fosse reconhecido mundialmente, sendo o primeiro brasileiro convidado a reger uma orquestra sinfônica americana (Boston e Nova York).
     Foi excelente educador musical e por seu grande empenho, em 1932, foi instituído o ensino obrigatório de música e canto orfeônico nas escolas brasileiras. Foi  criado também, o Curso de Pedagogia de Música e Canto Orfeônico, ministrado por ele.
     Nessa época, fez uma apresentação pública histórica de 13.000 vozes, formada por alunos das escolas primárias, secundárias e do Instituto de Educação, além do Orfeão dos Professores. Esses espetáculos corais ao ar livre,  mais conhecidos como "concentrações orfeônicas", chegam a reunir até 44.000 vozes. Promoveu também, pela primeira vez no Brasil, uma série de concertos didáticos, voltados para a juventude. Suas composições dedicadas ao ensino, principalmente para piano são belíssimas e relevantes. 
     Faleceu aos 72 anos, em 17 de novembro de 1959, mas seus anos de vida, dedicados à musica, foram vividos intensamente.

     Quem entrar no endereço de seu museu: www.museuvillalobos.org.br vai se admirar quando começar a ler a Cronologia Ilustrada do Maestro.
Partitura das Bachianas Brasileiras n° 5, dedicada a segunda esposa, Mindinha
     Entre suas obras mais populares, estão as ”Bachianas Brasileiras” (tinha grande admiração pelo compositor alemão do período barroco, J. S. Bach), Uirapuru, O Trenzinho do Caipira, entre outras.  

     No vídeo abaixo, produzido pela BBC em 1968, a Ária da Bachiana n° 5 (Cantilena). Nana Mouskouri (soprano) e John Williams (violão).
video

fontes: blogcoisasnossas.blogspot.com, mac.usp.br, tribunadomusico.blogspot.com, museuvillalobos.org.br

3 comentários:

  1. Hello everyone, it's my first go to see at this web page, and article is genuinely fruitful designed for me, keep up posting these content.
    Here is my web site : good health insurance

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário, estou esperando por ele!