terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Cap. Wentworth e o reencontro em Bath - (Reencontros - parte 6)

     Anne Elliot não gostava de Bath (e Jane Austen também não) e estando ali junto à família, mais especificamente com Mr. Elliot (o primo), a irmã Elizabeth e a Sra. Clay (essas duas últimas, companhias agradabilíssimas, que por certo não se importavam a mínima em estar com Anne), a cidade ficava ainda mais "pitoresca" (pra completar todas as ironias da frase). O que poderia ser mais surpreendente do que encontrar o Cap. Wentworth, além de que sob quaisquer circunstâncias, encontrá-lo sempre seria uma surpresa?
     Wentworth foi a Bath para encontrar Anne e tentar de uma vez por todas decidir o romance entre eles, mas ela jamais poderia imaginar que ele estivesse ali e muito menos suspeitava de seus planos para com ela. Esse encontro foi mesmo inesperado, pois Wentworth também não esperava encontrar Anne naquele momento. Quantos desencontros!!! Ou seria: quantos encontros!!!

      Essa cena do "guarda-chuva"...é muuuito linda!


    (...)"Chovia muito pouco, e Anne era sincera ao dizer que preferia ir a pé com o Sr. Elliot. Mas a chuva também era pouca para a Sra. Clay; ela nem a sentiria, e as suas botas eram tão grossas, muito mais grossas que as de Anne - e, em suma, a sua amabilidade tornava-a tão ansiosa por ir a pé com o Sr. Elliot como Anne, e a questão foi discutida entre elas com uma generosidade tão delicada e tão firme que os outros se viram obrigados a decidir por elas.(...) Foi, assim, decidido que a Sra. Clay faria parte do grupo que iria na carruagem; e tinham chegado a este ponto quando Anne, que estava sentada junto da janela, viu, decidida e distintamente, o comandante Wentworth descer a rua.
     O seu sobressalto foi perceptível apenas para si própria; mas sentiu de imediato que era a maior, a mais irresponsável e mais absurda tola do mundo! Durante alguns minutos, não viu nada à sua frente. Estava tudo confuso. Sentia-se perdida;(...)Voltou para trás, porém, no momento seguinte, quando o próprio comandante Wentworth entrou, no meio de um grupo de senhoras e cavalheiros, evidentemente seus conhecidos, a quem ele se devia ter juntado um pouco abaixo da Milsom Street. Ao vê-la, ele ficou mais obviamente enleado e confuso do que ela alguma vez reparara; ficou muito corado. Pela primeira vez desde que se tinham voltado a encontrar, ela sentiu que era ela quem evidenciava menos emoção. Tivera a vantagem de ter tido alguns momentos para se preparar. Todos os poderosos, ofuscantes e desconcertantes efeitos da enorme surpresa já se tinham desvanecido. Mesmo assim, porém, sentiu-se dominada pela emoção! Era um misto de agitação, dor, prazer, algo entre a alegria e a tristeza.
     Ele falou-lhe, depois afastou-se. Os seus modos denotavam embaraço. Ela não podia chamar-lhe frieza ou afeto, nem qualquer outra coisa a não ser embaraço. Depois de um pequeno intervalo, porém, ele dirigiu-se a ela e voltou a falar-lhe. Trocaram perguntas sobre assuntos habituais;(...)Devido ao fato de estarem juntos tantas vezes, eles tinham aprendido a falar um com o outro com indiferença e calma aparentes; mas agora ele não conseguia fazê-lo.(...) mas o comandante Wentworth estava embaraçado, pouco à vontade e incapaz de fingir o contrário.(...)
     A carruagem de Lady Dalrymple, cuja demora impacientava Elizabeth, aproximou-se;(...) Wentworth ficou a observá-las, depois virou-se outra vez para Anne e, pela sua atitude, mais do que por palavras, ofereceu lhe os seus préstimos.
- Muito obrigada - foi a resposta dela -, mas eu não vou com elas. A carruagem não pode levar tanta gente. Vou a pé. Prefiro andar.
- Mas está a chover.
- Oh! Muito pouco. Nada que me incomode. Após uma breve pausa, ele disse: - Embora só tenha chegado ontem, já me equipei devidamente para Bath, como vê - (apontando para um guarda-chuva novo). Gostaria que fizesse uso dele, se está decidida a ir a pé, embora eu pense que seria mais prudente deixar-me arranjar-lhe uma carruagem.
Ela agradeceu-lhe muito, mas recusou tudo, reafirmando a sua convicção de que a chuva passaria dentro em pouco, e acrescentou:
- Só estou à espera do Sr. Elliot. Estou certa de que ele deverá estar a chegar. Mal acabara de
dizer estas palavras quando o Sr. Elliot entrou."(...)
(Jane Austen - “Persuasão” – cap. VII) (http://portugues.Free-eBooks.net )

     É pra ver como são as coisas...agora que Wentworth estava mesmo decidido a ter Anne de volta,  esse reencontro nada promissor não abalou seus propósitos. Nem o primo galã, com todo o interesse por Anne, nem o fato de ela ter dispensado sua ajuda com o guarda-chuva fez com que ele se ofendesse ou desistisse. Acho que não foi só Anne que amadureceu nesses oito anos de espera...

2 comentários:

  1. oiii, ja assistiu The Lizzie Bennet Diaries?? vc ia amar, procura no youtube!!! bjss

    ResponderExcluir
  2. Lu,
    nunca assisti, mas já li sobre ele. Vou escutar seus conselhos e procurar no youtube. Obrigada pela dica. bjos,

    Patrícia

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário, estou esperando por ele!